Sambô

Sambô

Samba

Quem É do Mar Não Enjoa / O Pequeno Burguês / Pra Que Dinheiro / Casa de Bamba (Ao Vivo)

Sambô

Quem é do mar não enjoa, não enjoa.
Chuva fininha é garoa, é garoa.
Homem que é homem não chora! Não, não chora.
Quando a mulher vai embora, vai embora.

Felicidade! Passei no vestibular
Mas a faculdade É particular
Particular! Ela é particular
Particular! Ela é particular...
Particular! Ela é particular
Particular! Ela é particular...

Livros tão caros Tanta taxa pra pagar
Meu dinheiro muito raro
Alguém teve que emprestar

O meu dinheiro
Alguém teve que emprestar
O meu dinheiro
Alguém teve que emprestar...

Mas dinheiro
Pra que dinheiro
se ela não me dá bola
Em casa de batuqueiro
Só quem fala alto é viola

Na minha casa todo mundo é bamba
Todo mundo bebe todo mundo samba
Na minha casa todo mundo é bamba
Todo mundo bebe todo mundo samba

Na minha casa ninguém liga pra intriga
Ninguém fala do alheio e nem liga pra candinha
Na minha casa ninguém liga pra intriga
Ninguém fala do alheio e nem liga pra candinha

Macumba lá na minha casa
Tem galinha preta
Azeite de dendê
Mas ladainha lá na minha casa
Tem reza bonitinha
E canjiquinha pra comer
Mas ladainha lá na minha casa
Tem reza bonitinha
E canjiquinha pra comer...

Se tem alguém aflito
Todo mundo chora
Todo mundo sofre
Mas logo se reza
Pra São Benedito
Pra Nossa Senhora
E pra Santo Onofre...

Ô minha casa é casa de bamba
Ô minha casa é casa de bamba...

  • publicidade