Sambô

Sambô

Samba

Pot-Pourri: Deixa Eu Te Amar / Me Leva

Sambô

Quero ir na fonte do teu ser
E banhar-me na tua pureza
Guardar em pote gotas de felicidade
Matar saudade que ainda existe em mim

Afagar teus cabelos molhados
Pelo orvalho que a natureza rega
Com a sutileza que lhe fez a perfeição
Deixando a certeza de amor no coração

Deixa eu te amar
Faz de conta que sou o primeiro
Na beleza desse teu olhar
Eu quero estar o tempo inteiro [2x]

Quero saciar a minha sede
No desejo da paixão que me alucina
Vou me embrenhar nessa mata só porque
Existe uma cascata que tem água cristalina

Aí então vou te amar com sede
Na relva, na rede, onde você quiser
Quero te pegar no colo
Te deitar no solo e te fazer mulher
Quero te pegar no colo
Te deitar no solo e te fazer mulher

Deixa eu te amar
Faz de conta que sou o primeiro
Na beleza desse teu olhar
Eu quero estar o tempo inteiro [4x]

Tudo nasceu de brincadeira
Nas cordilheiras da ilusão
Veio num vento sem destino
Amor menino fez paixão

Foi me invadindo pouco a pouco,
Me deixou louco de prazer
Depois sumiu no mesmo vento
Fiquei aos poucos sem você

Deixou marcado o seu sorriso
Que não me deixa te esquecer
E me tirou do paraíso
Sem um sentido pra viver

Me leva, oh vento me leva pra ela
Me leva, me faça ficar junto dela
É desse amor que eu preciso
Preciso e não posso esquecer
Eu faço de tudo no mundo pra não te perder [2x]

Tudo nasceu de brincadeira
Nas cordilheiras da ilusão
Veio num vento sem destino
Amor menino fez paixão

Foi me invadindo pouco a pouco,
Me deixou louco de prazer
Depois sumiu no mesmo vento
Fiquei aos poucos sem você

Deixou marcado o seu sorriso
Que não me deixa te esquecer
E me tirou do paraíso
Sem um sentido pra viver

Me leva, oh vento me leva pra ela
Me leva, me faça ficar junto dela
É desse amor que eu preciso
Preciso e não posso esquecer
Eu faço de tudo no mundo pra não te perder [2x]

Eu faço de tudo no mundo pra não te perder
Eu faço de tudo no mundo pra não te perder
  • publicidade