foto

Sapato

Rubel

Então tá combinado
Um mundo inteiro novo
De aventura, entrega, riso, treme o corpo todo
E se meu beijo ficar preso no teu pescoço
E se ficar bom demais, e pouco for bem pouco

Depois a gente apaga o estrago,
Estanca o sangue
Depois a gente corre pra pedir socorro
Mas hoje a noite espera pra girar com o mundo
Hoje eu não hesito, eu não me canso, eu não me calo, eu não perdoo, desculpa o transtorno

Eu juro, não esperava essa bagunça toda
Carro engarrafado, sono fundo, o coração na boca
Mas se for só de passagem, e o dia-a-dia torto,
E se eu cansar da viagem, e se a razão for pouca

Depois a gente escuta o povo, a mãe, e o pai
Agora a gente inventa um dia-a-dia novo
Hoje é pra sua voz ficar cansada e rouca
Hoje não tem pressa, não tem choro, nem esforço, um dia eu lembro aquele tempo foi bem louco

Talvez o que a gente queira mesmo é um bom par de sapato
Talvez o que a gente queira mesmo é um bom par de sapato
Talvez o que a gente queira mesmo é um bom par de sapato
Talvez o que a gente queira mesmo é um bom par de sapato
publicidade