Rolando Boldrin

Boiadeiro Apaixonado

Rolando Boldrin

A mineira me pediu
Um vistido dilicado
Eu mandei dizê pra ela
Espera eu vendê meu gado
Mineira mandô dizê
Boiadeiro tá quebrado

Se quisé que eu vá e vorte
Mande varrê as estrada
Tire a pedra do caminho
Sereno da madrugada
Já comprei o teu vistido
Já vendi minha boiada

Desse lado tem batuque
Doutro lado também tem
Eu quero passá pra lá
Quero ir buscá meu bem
Os galos já tão cantando
E a barra do dia evem

Mineira se tu subesse
Cumo eu ti quero bem
Tu não ria nem brincava
Perto de mim com ninguém
Ai, mineira, eu vou me embora
Vorto a sumana que vem

Meu benzinho, tô de vorta
Escuite o meu petitório
Tu vai ser minha santinha
Quero ser teu oratório
Ponha teu vistido branco
Vamos junto pro cartório

publicidade