Rodolfo Abrantes

Um Presente Pro Futuro

Rodolfo Abrantes

Dá-me ouvidos pra ouvir
Dá-me olhos pra ver
Um coração pra sentir
Teu Espírito que me chama
(2x)

Eu bem que tentei ficar igual
Sonhando com o sol em plena luz do dia
Dormindo enquanto a vida acontecia

Mas ouvi o som dos Teus passos
E de repente acordei em Teus braços
Eu vi, no mundo onde estou e do qual já não sou
Teu amor deseja vir

Repousa sobre mim e permanece
No frio das trevas me aquece
Me faz no dia mau vencer

Minha arma é saber que o Verbo encarnou
Se fez humano
Sendo divino veio a nós e nos chamou
Para ser como Ele é

Dá-me ouvidos pra ouvir
Dá-me olhos pra ver
Um coração pra sentir
Teu Espírito que me chama
(2x)

Deixa o vento passar
Pra ver o que continua
O que ainda está no lugar

Espera a noite passar, pois a vida continua
Só quem procura pode achar

Como um bom toca-discos o caminho é old school
Achei um tesouro jogado no lixo;
“Marcos Antigos” era o nome do livro
Escrito por quem foi o que hoje eu sou
Ninguém notou onde todo mundo errou
Um professor que mal começou
E o desprezo pelas horas de voo
Das primeiras casas onde a Luz chegou
“No seu olho tem um cisco”
Me disse um cego um segundo antes de cair no abismo
Como ovelha que conhece o pastor
Só o som da sua voz me diz: “Time to go!”
Ou como virgens despertando do sono:
“Aí vem o Noivo!” Eu dormi mas prontamente saí ao seu encontro
Não me distraí com outros
No tempo de espera eu guardava óleo na reserva
Desenterra hoje o que o céu te deu
Prepara um presente pro futuro que nasceu
Nas ruas e palácios
Aumenta o som no máximo e roda até cair...

Dá-me ouvidos pra ouvir
Dá-me olhos pra ver
Um coração pra sentir
Teu Espírito que me chama
(4x)
publicidade