Rionegro e Solimões

A Sua Maneira

Rionegro e Solimões

Ela dormiu no calor dos meus braços (hum...)
E eu acordei sem saber se era um sonho
Algum tempo atrás pensei em te dizer
Que eu nunca cai nas suas armadilhas de amor

(Refrão)
Naquele amor a sua maneira
Perdendo o meu tempo a noite inteira

Não mandarei cinzas de rosas
Nem penso em contar os nossos segredos

(Refrão)

Ela dormiu no calor dos meus braços
E eu acordei sem saber se era um sonho
Algum tempo atrás pensei em te dizer
Que eu nunca cai nas suas armadilhas de amor

(Refrão 2x)

A noite inteira, a noite inteira
A noite inteira, a noite inteira.
publicidade