foto

São Paulo

Ratos de Porão

Tem dias que eu digo não
inverno no meu coração
meu mundo está em sua mão
frio e garôa na escuridão

Sem São Paulo ô ô ô
o meu dono é a solidão
diga sim, que eu digo não

Sem São Paulo ô ô ô
o meu dono é a solidão
diga sim, que eu digo não

Quem é seu dono
ninguém São Paulo
quem é seu dono
ninguém São Paulo

Tem dias que eu digo não
inverno no meu coração
meu mundo está em sua mão
frio e garôa na escuridão

Sem São Paulo ô ô ô
o meu dono é a solidão
diga sim, que eu digo não

Sem São Paulo ô ô ô
o meu dono é a solidão
diga sim, que eu digo não
publicidade
publicidade