foto

Heroína Suicida

Ratos de Porão

Sinta as garras do pico assassino
Rasgando suas entranhas
Traçando seu destino
Sinta a apatia dessa multidão
Caminhando insanamente
Rumo a destruição.
Mesmo que sua vida seja uma merda
Você não pode desistir
Não entre nesse mundo maldito
Você tem que viver.
Jogue fora suas vidas
esquecidas
Entre para o mundo da miséria e do terror
Sua alma pertence à heroína suicida
Sua dependência é certa
O prazer é só a dor.
Na Europa a juventude está morta
Cegueira coletiva
O futuro não importa
Escravos da heroína não conseguem mais lutar
O remédio é o suicídio
Ou a decadência se entregar.
publicidade
publicidade