foto

Pimenteira

Pedro Miranda

Quando vi Dó de cachoeira
Debaixo do balaio lá na gameleira
Mercando pimenta
É de cheirar e de arder
Dei um psiu pra ela
Ela me respondeu: 'Inhô!'

Convidei pra samba-chula lá na pitangueira
Com Zeca Afonso e Zeca de Lelinha
Lá o trem corre por cima da linha
Ela sorriu me passou um rabo-de-olho
E depois saiu, no corpo dela tinha um molho
Ai meu Deus, que molho!

Chamei ela pra morar na minha casa amarela
Lá da janela dá pra ver o mar
Tem uma rede na varanda que é pra gente namorar
Namorar, namorar, namorar, namorar
Namorar, namorar, na rede balançar
publicidade