foto

Na Cara Do Gol

Pedro Miranda

Ajoelhou, vai rezar, se
endividou, vai pagar
Então aguenta, quem entra na
chuva assim é pra se molhar

Foi vacilar, já dançou, não viu
que o bicho pegou
Não tem mais jeito, bem feito,
que agora o seu encanto quebrou

Se procurou, vai achar, não
perde por esperar
Preste atenção, que senão
você vai ver o feitiço virar

Não tem perdão, já perdeu,
está guardado o que é seu
E aí eu vou rir das voltas
Que o mundo deu

O que é que há, esse lance era
a chance e você desperdiçou
Na hora H, tinha a sorte ao
alcance, bem na cara do gol

Entrou de sola, pisou na bola
Fez tudo o que não faz um bom jogador
E agora vai colher o que plantou

Ficou se achando, porém
nunca foi capaz de tanta proeza
Falso malandro, quis ser mais esperto
Que a própria esperteza

Então se manca, sai fora, se arranca
Você desprezou o que vida lhe deu
O jogo acabou, quem vai rir sou eu...
publicidade