foto

Caso Encerrado

Pedro Miranda

Quando morre o amor na hora errada
A dor de quem amou fica no peito
Se é de morte matada amor que morre em vão
Sem ter explicação não há um jeito
Que não seja investigar

Quem foi que armou a tal cilada?
Quem foi matar o amor antes do tempo?
Ah, mas quem sou eu pra acusar um coração
Se apena que eu cumpro é bem maior?

Quando morre o amor na hora errada
A dor de quem amou fica no peito
Se é de morte matada amor que morre em vão
Sem ter explicação não há um jeito
Que não seja investigar

Quem foi que armou a tal cilada?
Quem foi matar o amor antes do tempo?
Ah, mas quem sou eu pra acusar um coração
Se apena que eu cumpro é bem maior?


Mas o fim de um amor do nada
É só na vida outra desilusão
Quem sabe amar não vive só
Sabe esperar, sabe de cor
O que a vida ensinou
Caso encerrado e novo amor...
publicidade