foto

A Vela Que Leva o Meu Amor

Pedro Ivo Frota

É noite sem lua...

Ela veio crua remediando
Rasgando a garganta
Com o espinho da flor
dançando sutilmente
Mostrando os dentes
Cortando o mal pela raiz

Quebrando as grades
Rindo da minha cara
Sem dó nem piedade
Queimando o porão
Fantasiada de fato
tirou meu rumo
Como uma vela
Que me faz velejador

Falando grego e perguntando e sacando
What keep your soul?
Eu acho estado a velha poesia
não vale nenhum centavo
Partiu sem dó

Fiquei tão só em cima do muro
Entre a verdade e a realidade
Fantaziada de fada tirou meu rumo
Como uma vela que leva o meu amor

Estanqueador como um camaleão
Porque te procurei
E sempre esteve por lá
Num toque profundo
Com a força da leveza
Pois nesse mundo
Não há jangada que caiba o meu amor....

(Final)
Leva me leva eu, me leva
Jangada que caiba o meu amor

publicidade