tava matutando na vida pensando onde é que vai dar
eta mundo danado povo trapaiado só sabe chorar
inté dipois da ceia de barriga cheia pega a reclamar
comeu camarão lamentando não ter o tar cavia
nois come contente feijão com farinha bobrinha e jabá
dia sim dia não farinha e feijão que pra num injuá

tem neguin na piscina tomando cerveja de papo pro ar
mardiseno a vida queria ta mesmo é no Guaruja
com cascaio no borço e muié bonita pra vida goza
carrão importado picanha na brasa e champãe pra toma
nois bébe cachaça e come mortadela cantando no bar
só nos fim de semana porque todo dia a grana não da

tem uns cabras ricaços com monte de empresas pra administra
fazenda de gado dólar na suiça nem da pra contar
conhece o mundo inteiro por água por terra e inté pelo ar
inda qué se eleger deputado ou prefeito pra que será?
oi nóis no batente na obra na roça e nos canaviais
economizando pra no fim do ano visitar os pais
publicidade