Peão do Valle e Valentin

A Frentista (Ao Vivo)

Peão do Valle e Valentin

Viajando certo dia pela transbrasiliana
Na rotina do trabalho era um fim de semana
No triângulo mineiro posto dos caminhoneiros
Cheguei pra tomar café e rever os companheiros
Com o diesel quase no fim procurei me precaver
Fiquei surpreso demais com o que veio acontecer

Chegou pra me atender, uma jovem sorridente
Dona de um rosto lindo e um corpo atraente
A essência da menina mexeu com meus sentimentos
Fiquei ali sem palavras filmando seus movimentos
Enquanto ela abastecia o tanque no meu caminhão
Foi enchendo até a tampa de amor meu coração

Quanto mais longe o trucado vai me levando na pista
Mais aumentando a saudade da minha linda frentista

Terminando o atendimento foi dizendo docemente
Muito obrigada moço vai com Deus e volte sempre
Daqueles olhos castanhos brotou algo diferente
Reativando em meu peito o velho vulcão dormente
Tornei-me um novo homem daquele dia pra cá
E juro que um dia volto frentista pra te buscar

Quanto mais longe o trucado vai me levando na pista
Vai aumentando a saudade da minha linda frentista (2x)




publicidade