foto

Tanta Coisa Bonita pra Ver

Pe Lu

Flor na lapela
Sala de estar
Gente que ama sem ter altar

Choro da espera
Mesa de bar
Um sol maior, Caetanear

Estrada de barro que suja
Sereno na serra, inunda
Meu canto, meu teto, meu verso
E faz desse mundo meu lar

Terra selvagem sem dono
Folhas que seguem firmes no outono
E tanto mais

É tanta vida pra ver
Tanta palavra pra pintar
Tanto sonho pra correr
Mas não demora que eu tenho pressa

Vinho barato
Ser ou não ser
Amores que acabam e sabem sofrer

Águas de março
Shimbalaiê
Poder ser só e compreender

É tanta vida pra ver
Tanta palavra pra pintar
Tanto sonho pra correr
Mas não demora que eu tenho pressa

É tanta vida pra correr
Tanta palavra pra sonhar
Tanta pintura pra escrever
Mas não demora que eu tenho pressa
publicidade
publicidade