foto

Alvorecer

Pé De Cerrado

Quero vê, quero vê, quero vê, quero vê, quero vê ô
O sol nasce e o seu calor
Quero vê, quero vê, quero vê, quero vê, quero vê ô
O sol nascer brilhos em cor

Azular sem fim, verdins clarins
Tocando o coração
Chove de luz luar em seu olhar
Reflete a compaixão

Raios a brilhar vão me guiar
Num conto e um beija flor
Éis maguinitude som de alaude
soando em seu louvor

Quero ver o sol nascer
Assim juntinho meu amor
Quero ver o sol nascer
Assim juntinho meu amor

Foi num tapa do seu raio tudo clario
Foi num tapa do seu raio tudo claria
Foi num tapa do seu raio tudo clario
Clario clareia o mar (3X)

Quero vê, quero vê, quero vê,quero vê, quero vê ô
O sol nasce e o seu calor
Quero vê, quero vê, quero vê,quero vê, quero vê ô
O sol nascer brilhos em cor

Expressão divina de área sina
Quadro celestial
Com pincel de luz meu reino luz
Sua arte em alto astral

E com o alvorecer compreender
minha vida cancaro
Aves vão cantando reverenciando
Tamanho explendor

Quero ver o sol nascer
Assim juntinho meu amor
Quero ver o sol nascer
Assim juntinho meu amor

Foi num tapa do seu raio tudo clario
Foi num tapa do seu raio tudo claria
Foi num tapa do seu raio tudo clario
Clario clareia o mar (3X)

publicidade