foto

Não Há Outro Lugar (feat. Hélvio Sodré & Juliano Son)

Paulo César Baruk

O meu fardo eu deixei de carregar
Quando Sua voz ouvi
Todos voz que estais cansados e sobrecarregados
Sem demora vinde a Mim.

Hoje minhas mãos se erguem quando adoro
Só carregam gratidão
Os meus joelhos não suportam e se dobram
Ante a Glória do Senhor.

Não há outro lugar
Onde eu queira estar, não há
Em Teus braços descansar
E ali ficar, não há.

Hoje minhas mãos se erguem quando adoro
Só carregam gratidão
Os meus joelhos não suportam e se dobram
Ante a glória do Senhor.

Não há outro lugar
Onde eu queira estar, não há
Em Teus braços descansar
E ali ficar, não há.
Pra sempre.
publicidade