foto

Pela Milésima Vez

Paulinho Moska

Você não faz ideia da dor
Que eu senti, “cê” não tem noção
Do que eu passei quando você passou
Como um trator pelo meu coração

A te entreter foi que me dediquei
A te tratar com fé e adoração
Eu do seu lado me sentia um rei
E agora estou mais nu do que Adão

Fiz de você Rainha de Sabá
Por não saber que o amor é ilusão
Você luzia como um avatar
E eu sem sol, fiquei na solidão

Por que você não liga? Já passa das três...
Por que você me faz o que sempre me fez?
Se eu sobreviver mais uma noite, um mês
Juro não mais amar pela milésima vez

Você não faz ideia da dor
Nem imagina quanta escuridão
O breu da noite, o triste amargor
Amargurando a minha canção

Não vou chorar como um compositor
Vou me erguer como a ponte que cai
E vou sorrir e vou regar a flor
E vai florir um novo sol, ah vai

Fiz de você a minha imperatriz
Que atravessou todo meu carnaval
Você passou, você me fez feliz
Eu por um triz, agora passo mal
publicidade
publicidade