foto

Luar e Batucada

Paula Morelenbaum

Dentro de uma noite enluarada
Bate o surdo a sua marcação
Cadencia de um samba batucada
Que nasce dentro do meu pobre coração
Fazendo nosso céu ter mais estrelas
Em cada estreia mora uma canção
Que mexe com a morena
Que samba a noite inteira
Sem perder no dia de amanhá...

Fala bateria!
Bate meu pandeiro!
Despeja tamborim!
Que este samba é
Dono do terreiro
Manda na cidade
Sacode o mundo enteiro...

Remédio pra tristeza é samba
É samba, é samba!
publicidade