Paula Fernandes

Paula Fernandes

Romântico, Sertanejo

E Eu? (Ao Vivo)

Paula Fernandes

E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída

Vi no seu jeito calado
Alguém que não quer meu querer
Vi nas milhões de palavras
Que você deixou de dizer

Vi nas memórias perdidas
Tudo o que eu achei que era bom
Vi que escolheu outra vida
E pra mim restou solidão

E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída

Vários detalhes de tudo
Me fazem lembrar você
E no silêncio da cama
Me perco tentando esquecer

Mais que um beijo um abraço
Aquilo que você não quis
Se já sabia que não poderia
Me fazer feliz

E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída
E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída

Vários detalhes de tudo
Me fazem lembrar você
E no silêncio da cama
Me perco tentando esquecer

Mais que um beijo um abraço
Aquilo que você não quis
Se já sabia que não poderia
Me fazer feliz

E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída
E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída

Saudade bandida
Um fogo ardendo
Queimando, querendo
O teu corpo comigo

Agora não nego
Me entrego, tá vendo
Te amando, sofrendo
Parece um castigo

E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída
E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída
  • publicidade