foto

Menino (Part. Diego Oliveira)

Patricia Marx

Menino, eu sei
Você me faz refém
Promessas vão e vêm
Menino bem educado
Conheço teu jeito abusado
Não esconde de ninguém, ninguém

Hum, fez que não fez
Deixou bilhete:
"Não sei, talvez"
Sei, sei

Não tem jeito
Quanto mais faz, mais deixo
Preciso te dizer
Não, não
Vem, vem, vem, vem, vem

Que meu bem, bem
Te perdoei, meu bem
Viu
Vem, vem, vem, vem
Que meu bem, bem
Te perdoei, meu bem

Menino levado
Fez sem perceber
Trata de arrumar
Senão, apanha

Cê sabe me levar
Quando quer me amar
Não sei nem explicar
Num olhar

Não tem jeito
Quanto mais faz, mais deixo
Preciso te dizer, te dizer...

Vem, vem, vem, vem, vem
Que meu bem, bem
Te perdoei, meu bem
Viu
Vem, vem, vem, vem,
Vem, vem, vem, vem, vem, vem, vem
Te perdoei

Te chamo pra dançar e você vem menina
Mexe o meu coração que na razão me ensina
Me estiga, viver bem mais trás a paz num sorriso
Traduz o olhar quando você vem comigo
Sistema de emoção tão cego de contorno o brilho do seu rosto
O gosto do seu beijo, carinho no seu corpo
Declaração dejeso, a fala no ouvido

Não tem jeito
Quanto mais faz, mais deixo
Preciso te dizer
Não, não
Vem, vem, vem, vem
Vem, meu bem, vem
Viu
Vem, vem, vem, vem,
Vem, vem, vem, vem, vem, vem, vem
Te perdoei, meu bem...

publicidade