foto

Baião do Mundo

Os Tribalistas

A chuva trouxe água
Para encher o pote
Dentro da água
Tem um espelho
Cheio d'água

Água pra mim
Um pingo d'água
Traga pra mim
Um pingo d'água
Água que mina
Um pingo d'água
Traga pra mim
Um pingo d'água

Vem Cantareira
Canta na calha
Abre a torneira
E chora
Vem bebedouro, purificador
Me dê um gole agora

Água pra mim
Um pingo d'água
Traga pra mim
Um pingo d'água
Água que mina
Um pingo d'água
Traga pra mim
Um pingo d'água

Vai água viva
Corre pro leito
Pro mar que te devora
Água que lava
Leva a canoa
Voa quando evapora

Água pra mim
Um pingo d'água
Traga pra mim
Um pingo d'água
Água que mina
Um pingo d'água
Traga pra mim
Um pingo d'água

Preciosa, milagrosa
Vem regai por nós
Vai corrente
Da nascente
Até chegar na foz

Enche o pote, enche o pote
Enche o pote, enche o pote
Enche o pote, enche o pote
Enche o pote, enche o pote
publicidade