Quero Uma Noite De Bailanta

Os Tiranos

Quando a gente dança com uma prenda bela
Se abre a janela doce da paixão
Pois nem acredita e até se belisca
Faz saltar faísca, doído coração.

O salão se encanta com a china linda
Vestido de chita rodando em sorrisos
Qualquer índio taura chega errar o passo
Vai tomando especo, lindo paraíso

Quero uma noite de bailanta
Só uma noite de bailanta pra arrumar uma paixão
Quero uma noite de bailanta
Só uma noite de bailanta pra acabar com a solidão.(bis)

No fim de semana tem surungo e o peão
Pinta o retrato sabendo o desfecho
No separar as botas vai imaginando
Frases recitando pra ensaiar o cortejo

A marca gaúcha alegra a bailanta
E o gogó que canta vem de peito aberto
Provoca romances e empeça namoro
Marcando momentos gestos de afetos
publicidade