foto

Minha Bandeira

Os Monarcas

Ha, ha, Rio Grande véio
está é minha estampa que
eu levo além fronteira
carregando no meu peito
as cores da minha bandeira.

Quando alguém encolhe lonjura
rumo de casa reconhece um
grande amigo.

Sem perguntar: quem vêm lá?
abre a porta e o que mais
importa é saudade que vêm
no estribo.

Êta verdade que nesta vida
não se leva nada, quem tá na
estrada quer um poncho e um
chimarrão.

Quem gracha bigode dá mão
contra o vento porque és
no peito que vem um coração.

Desbravo o Brasil no peito
com minha bandeira no coração
viajo mais quando volto
Rio Grande me estende a mão.

Nossa amizade foi falquejada
foi comungado nos jestos
verdadeiro.

Este meu rancho é teu meu
amigo pois sento contigo
num banco hospitaleiro.

Amigo velho a nossa alma não
tem tramela, e as janelas do
rancho se abrem em boas vindas.

Vive bem mais mais quem tem
braços abertos, o longe é
perto pra amizade que não finda.

Desbravo o Brasil no peito
com minha bandeira no coração
viajo mais quando volto
Rio grande me estende a mão. (bis 2X)
publicidade