foto

Pagando a Mula Roubada

Os Milongueiros

Certa vez fui num fandango
Lá pras bandas da ramada
Cheguei me encostei na porta
Para dar uma espiada

O porteiro já falou
Tem que pagar a entrada
Eu olhei pra cara dele
Louco pra dá uma risada

o vivente se irritou
Com outro já se enfiou
E paguei a mula roubada

Credo em cruz Virge Maria
Que coisa mais complicada
Os outros fazem tudo
E eu pago a mula roubada

Encilhei o meu cavalo
Pra dar uma gauderiada
Descobri uma festança
Lá na beira da estrada

Fui me chegando pra perto
Pra dar uma aproveitada
No meio tinha um vivente
Só dizendo pataquada

Botaro as culpas em mim
E quando foi bem no fim
Eu paguei a mula roubada

Credo em cruz Virge Maria
Que coisa mais complicada
Os outros fazem tudo
E eu pago a mula roubada

A filha do Chico manco
Era pra lá de assanhada
Se largava pros fandango
Sozinha de madrugada

E o velho Chico dizia
Olha cuidado com a gauchada hein
Um dia ela apareceu
Roliça e meio engraçada

Depois o piá nasceu
Disseram que era meu
E paguei a mula roubada

Credo em cruz Virge Maria
Que coisa mais complicada
Os outros fazem tudo
E eu pago a mula roubada

Resolvi ir no fadanggo
Pra dar uma anarquizada
Peguei uma lichiguana
Com aquela bicharada

Joguei pra dentro da sala
Ninguém desconfiou de nada
E os bichos se alvorotaro
E começaro a dar ferroada

Era só gente correndo
E o bicharedo mordendo
E pagaro a mula roubada

Credo em cruz Virge Maria
Que coisa mais complicada
hoje eu me provei de tudo
E pagaro a mula roubada
publicidade