Cinza
Desalegria da cor
Na retina
A rotina avança

Praça acuada entre muro e massa
Natureza resiste à fumaça
A pressa, o concreto opressor

Céu arranhado
Janelas, tramelas cerradas
Ideias congestionadas
Trancas em todo coração!

Não há vagas
Descaso ocupando calçadas
Na avenida a cabeça divaga
Matutando explicação

A cidade que pulsa em mim
Também me expulsa!

A cidade que pulsa em mim
Também me expulsa!
publicidade
publicidade