buscar

Valesca sobre assédio: "peguei o baby liss e encostei no p*"

, 11h44, por Alexandre Murari
Divulgação

Nesta quinta-feira, 05, a funkeira Valesca Popozuda, em entrevista cedida ao programa "Sensacional", apresentado por Daniela Albuquerque e exibido pela Rede TV, falou sobre um momento delicado em sua careira: quando, ainda no início da vida artística, foi vítima de assédio em uma casa de show ainda na época em que fazia parte do grupo Gaiola das Popuzudas.

→ Elvis Costello cancela turnê após descobrir câncer agressivo

→ A Porchat, Gaby Amarantos desabafa: "a gente só quer existir"

"Fazia cinco shows na noite. Estava me arrumando, sozinha ali, o contratante entrou e veio de graça, falando besteira, achando que eu estava ali a 'Deus-dará'. Quando chegou perto de mim, peguei o baby liss e encostei no p**** dele. Imagine o que deve doer?", disse.

"Ele começou a me xingar de piranha, de tudo que você pode imaginar. Eu entrei em desespero, só chorava. Entraram perguntando o que aconteceu, inventei que estava com dor. Se eu, dançarina de funk que nem conheciam direito na época, falasse: 'ah, ele estava aqui me assediando, querendo isso e aquilo', iam falar: 'pô, ele está certo. Ela é quem deve estar dando mole mesmo', porque o povo sempre fala isso, que a mulher está dando mole, que não presta, que a mulher que foi para cima. Não vejo problema da mulher querer, ir para cima mas, se ela não quer, não é não, tem que respeitar", explicou.

Comentários

versão clássica © 2014