PODCAST: Inteligência Artificial para jogadores, jogos Tik Tok, cartão de crédito é antigo e mais!

, 15h09, por Amanda Ramalho
KBOING FM

Kboing em Alta, segunda-feira, dia 23 de maio!

YouTube

O YouTube divulgou no último domingo, dia 22 que, desde o início da invasão da Ucrânia pela Rússia no dia 24 de fevereiro, a plataforma já derrubou mais de 70 mil vídeos e suspendeu cerca de 9 mil canais relacionados ao conflito. Em entrevista ao The Guardian, a plataforma informou que o principal motivo das suspensões foi a violação da política de "grandes eventos violentos".

WhatsApp em iPhone

O WhatsApp vai deixar de funcionar em iPhones nos iOS 10 e 11 a partir de 24 outubro. Capturas de tela compartilhadas em redes sociais informam que os celulares devem ser atualizados para continuar usando o aplicativo.

Nas páginas de suporte do WhatsApp também é possível confirmar a informação. O aplicativo agora será compatível apenas com dispositivos móveis que utilizem o iOS 12 ou posterior.

Algoritimo para machucados

Um novo algoritmo criado pela empresa de inteligência artificial Zone7 está sendo usado para que times de futebol, da NBA e da NFL detectem riscos de lesões dos atletas.

A empresa criada dois israelenses que serviram na divisão de tecnologia de elite das forças armadas, está sediada no Vale do Silício, na Califórnia.

Eles usam milhares de parâmetros de dispositivos vestíveis, incluindo coletes GPS, além de estatísticas de sprint no jogo, métricas de sono e biomarcadores para prever o risco de lesões. Segundo a empresa, é possível detectar com precisão 70% das lesões sete dias antes de acontecerem usando esses algoritmos.

Jogos no Tik Tok

O TikTok está de olho no mercado de games. Jogos para o aplicativo já estariam em teste no Vietnã e a ideia seria expandir a novidade para o mundo todo em breve.

Um representante da empresa teria confirmado, de acordo com uma agência de notícias, os experimentos de minijogos HTML5, dizendo que a companhia está sempre procurando maneiras de enriquecer a plataforma e testar novos recursos e integrações para agregar valor à comunidade.

Meta

Em meio às discussões sobre a lei antiaborto nos Estados Unidos, a Meta teria proibido seus funcionários de debater o tema no Workplace, uma rede social utilizada exclusivamente pelos colaboradores da companhia.

Segundo o The Verge, a ordem foi dada por uma executiva da dona do Facebook na quinta-feira. Durante uma reunião geral com os funcionários, a vice-presidente de Recursos Humanos da Meta, Janelle Gale, declarou que esse tipo de discussão pode levar a um ambiente de trabalho hostil.

Cartão de crédito antigo

Atualmente, o amado e odiado cartão de crédito é uma das principais modalidades de pagamento, reunindo, segundo a Shift Processing, 2,8 bilhões de cartões no mundo, sendo a Visa e Mastercard as maiores potências da indústria. Mas você sabia que esse tipo de negócio existe há cerca de 5 mil anos.

Inscrições em tabuletas feitas de argila já eram feitas na Mesopotâmia para simular o conceito de crédito, usadas em transações entre comerciantes e vizinhos naquela região e no território onde fica a cidade paquistanesa de Harappa.

Em 1930, as lojas de departamentos em Nova York começaram a usar o sistema de crédito cuja cobrança era feito através de uma placa de metal parecida com uma coleira de identificação animal, onde havia impresso o nome do cliente, a cidade e o endereço. No verso, acompanhava um pequeno bloco de papel que o cliente poderia assinar e usar como crédito na loja.

novas espécies de peixes

Pesquisadores descobriram duas novas espécies de peixes em Apuí, interior do Amazonas. Entretanto a atividade exploratória na região chegou antes e já colocou os animais em risco de extinção.

Os animais foram descobertos durantes expedições de pesquisa conduzidas entre 2015 e 2016, com o objetivo de explorar a mata virgem. A área é considerada uma das fronteiras entre o avanço do desmatamento e a floresta nativa.

Coletados por redes ou armadilhas, os peixes foram fotografados, catalogados e enviados para o Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo para serem preservados.

Deepfakes de Elon Musk

No último domingo foi revelado que golpistas estão usando vídeos com deepfakes de Elon Musk para divulgar uma nova criptomoeda em uma campanha fraudulenta. O site da falsa plataforma de criptomoedas BitVex promete até 30% de retorno em depósitos de ativos.

Além de usarem o rosto do CEO da Tesla, a campanha também conseguiu invadir contas no YouTube para hospedar vídeos falsos sobre a plataforma. Em um dos vídeos Elon diz que investiu US$ 50 milhões e promove a plataforma para outras pessoas investirem no golpe.

Dificuldades do ENEM

Dificuldades financeiras e de acompanhar as aulas remotas estão por trás das histórias de quem desistiu do exame. Dados do Inep, apontam que caiu pela metade o número de estudantes rio-pretenses de escolas públicas inscritos no Enem, entre 2019 e 2021. No Brasil, o Enem 2021 teve o menor número de inscritos dos últimos 16 anos.

Houve um aumento de 30% do número de estudantes rio-pretenses de escolas particulares fazendo a prova. De 793 inscritos, em 2019, para 1.035, em 2021.

Fonte: Tecmundo, Diário da Região, Olhar digital, Mega curioso