Novos rumos: FBI recebe cartas dizendo que Kurt Cobain foi assassinado

, 15h20, por Amanda Ramalho
Reprodução Instagram Courtney Love

Mais um capítulo sobre a morte do cantor Kurt Cobain, líder do Nirvana!

O músico foi encontrado morto no dia 5 de abril de 1994, na sua casa em Seattle, nos Estados Unidos, e desde então sua morte foi dada como suicídio.

Porém, algumas vezes surgiram os rumores de que alguém o havia matado. Claro que na ocasião a suspeita maior era de Courtney Love, sua esposa.

Entretato, diversas perícias mostravam que o compositor de "Smells Like Teen Spirit" realmente tirou a vida atirando contra a própria cabeça. Muitos desconfiaram desta versão.

Agora, 27 anos depois da morte (do cantor que morreu aos 27 anos), o FBI publicou uma nova linha de investigação. Um arquivo com 10 páginas com mais informações sobre o acontecimento foi revelado.

O FBI teria recebido duas cartas que dizem que Kurt Cobain foi assassinado!!

As identidades das pessoas que enviaram as cartas foram preservadas, mas uma carta - datade de setembro de 2003 - diz o seguinte:

"Milhões de fãs ao redor do mundo gostariam de ver as inconsistências em torno da sua morte serem resolvidas de uma vez por todas".

A outra carta, segue a mesma linha, mas afirma:

"A polícia responsável pelo caso nunca levou a sério a investigação como um assassinato, e desde o início insistiu que o que aconteceu foi suicídio. Isso me incomoda porque o assassino ainda está à solta".

Alguns "investigadores por conta própria" levantam várias teorias, incluindo a aquela que afirma que "não há impressões digitais na arma que ele supostamente usou para se matar" e há também os que afirmam  que a carta de despedida de Kurt "não dizia nada sobre a vontade de se matar, a não ser em uma parte ao final que foi adicionada depois, com outra letra".

Será que teremos um novo desfecho sobre esse assunto?

Fique por dentro de tudo que rola no mundo da música. Curta a nossa página no Facebook!

Ouvir músicas do Nirvana