buscar

Morre, no tribunal, freira que processava Katy Perry

, 10h29, por Alexandre Murari
Divulgação

Envolvida em um processo judiação contra a cantora Katy Perry, a freira Catherine Rose Holzman, de 89 anos, morreu nesta sexta-feira, 09, após sofrer um colapso no tribunal de justiça, conforme informou a agência Associated Press.

→ Anitta leva prêmio no iHeartRadio Music Awards 2018

→ Pabllo Vittar ataca de repórter e entrevista Massafera

A irmã Catherine Rose Holzman serviu à igreja "com dedicação e amor por muitos anos", disse o arcebispo José Gomez em um comunicado.

O processo está em andamento porque a cantora pop deseja adquirir um convento no bairro de Los Feliz, em Los Angeles, para transformá-lo em sua residência particular. Sobre isso, Catherine, momentos antes de falecer no tribunal, revelou em entrevista à emissora FOX 11:

"Pare, Katy Perry, pare", disse. "Isso não está fazendo nada além de machucar muitas pessoas."

Entenda o caso:

Perry ofereceu US$ 14,5 milhões (sendo US$ 10 milhões em dinheiro) para comprar a propriedade de 3 hectares (30 mil metros quadrados) e usá-la como residência particular. No entanto, as freiras, que possuem o imóvel há 40 anos, mas não o ocupam desde 2011, queriam vendê-lo a Dana Hollister.

Dana, restauradora de Los Angeles que planejava transformar o lugar em um hotel, deu um lance de US$ 15,5 milhões, quando a arquidiocese estava finalizando o acordo com Perry.

Comentários

versão clássica © 2014