Leonardo sobre morte do irmão: "a gente nunca falou a verdade"

, 10h15, por Alexandre Murari
Divulgação

Nesta terça-feira, 24, o sertanejo Leonardo participou do programa "Conversa com Bial" e desabafou ao falar da falta que sente do irmão Leandro, morto há 20 anos por conta de um câncer no pulmão.

→ Oficinas realizam a Jornada da Gestão Cultural em Rio Preto

→ Após fim do O Rappa, Falcão entra em estúdio para álbum solo

"Lembro do Leandro todos os dias. Gosto de cantar as músicas daquela época, não tem como esquecer a presença dele, a segunda voz... lembro demais. O tempo dá uma amenizada, dá uma curada, mas apagar jamais. Irmão mais velho, pai, mãe, tudo... Ele era meu mentor", cravou o artista, que já conta com mais de 30 anos de carreira.

Além de lamentar a dor da saudade, o sertanejo também deu detalhes sobre a condição da saúde do irmão dias antes da morte. Leonardo contou que os médicos lhe avisaram que Leandro tinha apenas dois meses de vida:

"Não passei essa conversa para ninguém. Eu ia visitar ele e tinha que chegar para cima, rindo, falando besteira, contando piada. Foi difícil. A gente nunca falou a verdade para ele", contou Leonardo.

Divulgação