Ex-guitarrista do Sabaton, Rikard Sundén, é condenado por abuso infantil

, 14h27, por Amanda Ramalho
Reprodução Instagram Civil War

Um dos fundadores e guitarrista da banda de metal Sabaton, Rikard Sundén, foi condenado por ter abusado de uma menina de 8 anos e por posse de pornografia infantil.

De acordo com o "NME", o músico foi declarado culpado pelo Tribunal da Suécia por abusar da amiga da filha enquanto ela dormia na casa dele. Ele foi condenado a nove meses de precisão e pagará uma multa no valor de ES$ 6.200.

Segundo a publicação, a menina de alegou que o incidente aconteceu em fevereiro do ano passado. Rikard entrou no quarto, levantou os cobertores e começou a molestá-la. Ela contou para a mãe um mês depois, antes de prestar queixa à polícia.

Autoridades apreenderam dois computadores e um celular do músico. Nos aparelho foram encontrados 6 filmes pornográficos com crianças menores em atos sexuais.

O advogados do cantor alegaram que foi a própria filha, "que tende a se mover muito durante o sono". Em relação ao conteúdo imprório infantil, ele admitiu ter assistido aos filmes, mas que o material não é dele e que outras pessoas tem acesso ao computador dele.

Rikard deixou o grupo em 2012 quando passou a integrar a banda Civil War, no mês passado, quando o grupo notificou sobre  sua substituição.

Fique por dentro de tudo o que rola no mundo da música. Curta a nossa página no Facebook!