Em biografia, John Lennon e Paul McCartney afirmam que Elvis Presley foi outra pessoa depois do exército

, 13h25, por Amanda Ramalho
Reprodução Instagram Elvis Presley

Segundo John Lennon e Paul McCartney, em "Many Years From Now", biografia autorizada de 1997, que Elvis Presley se tornou outra pessoa depois que foi convocado para exército dos Estados Unidos, em 1958. O rei do rock, um dos nomes mais conhecidos da cultura pop, encerrou a carreira militar em 1960.

Segundo o "Express", os Beatles cresceram ouvindo sucessos de Elvis e se não fosse pelo músico, "Fab Four" não existiria. Porém, na obra, eles disseram ter sentido a diferença entre o Elvis antes e pós serviço militar.

"Todo tempo no exército arruinou Elvis. Gostávamos da liberdade dele como caminhoneiro, cara de jeans e quadris giratórios. Mas não gostamos dele com cabelo curto no exército chamando todo mundo de 'senhor", relataram.

Paul também teria comentado que algumas canções feitas por Elvis depois do exército se tornaram mais pesadas, como "Hard-Headed Woman". "Há um grande trombone terrível bem no meio dele, e pensamos: 'O que diabos aconteceu?' Parecia estabelecido, e os discos depois disso não foram tão bons".

"Quando Elvis morreu, pessoas me assediavam em Tóquio por um comentário. Bem, vou admitir agora: morreu quando partiu para o exército. Foi quando o mataram. O resto seria apenas morte em vida", contou uma vez Lennon em entrevista à "BBC Radio 1".

Fique por dentro de tudo o que rola no mundo da música. Curta a nossa página no Facebook!

Ouvir músicas de Elvis Presley