Caso Victor: "Se houve agressão, será indiciado", diz delegada

, 14h43, por Alexandre Murari
Divulgação

Após os depoimentos de todos os envolvidos no caso de agressão de Victor, da dupla Victor e Leo, à sua esposa, Poliana Bagantini, a delegada Danúbia Quadros, nesta segunda-feira, 13, falou com a imprensa sobre o caso que chama a atenção desde o dia 24 do mês passado, quando Poliana procurou a polícia e deu queixa de violência doméstica.

→ Victor prestou novo depoimento neste domingo, 12

Apesar de ainda restarem muitos fatores a serem revelados, a delegada da Polícia Civil de Minas Gerais esclareceu qual o foi motivo da briga entre os familiares de Victor: o cantor não avisou à esposa que levaria a filha para a casa da mãe.

→ Lançamento de Alcione é prévia de novo disco

Na coletiva, a delegada também deixou claro que ainda não chegou à conclusão do inquérito, mas revelou que "não existe lesão aparente na Poliana, de acordo com o laudo do IML. O exame de corpo de delito para lesão corporal deu negativo."

Porém, apesar do resultado deste primeiro exame, Danúbia ainda afirmou que "lesão corporal e agressão/vias de fato são coisas diferentes. Empurrões, tapas e posturas que não deixem a vítima lesionada não aparecem no exame de corpo de delito, não deixam vestígios. Agora ele está sendo investigado por agressão/vias de fato.".

→ Marianas não aprovam nova faixa de Lucas Lucco

Portanto, resta agora a "conclusão da perícia das imagens do circuito interno para dar prosseguimento com as investigações", revelou a delegada que finaliza dizendo que "todas as provas são importantes e serão levadas em consideração para indiciar ou não, o acusado. A Polícia trabalha com provas. Se realmente houve a agressão, ele será indiciado no artigo 21".

FONTE: G1