Após reclamação dos Tribalistas, Doria apaga vídeo

, 14h26, por Alexandre Murari
Divulgação

Após Marisa Monte e Arnaldo Antunes denunciarem publicamente que a prefeitura de São Paulo utilizou, sem autorização, uma música do Tribalistas em um vídeo que divulgava a inauguração de um campo de futebol no parque Ibirapuera, com investimento da empresa Nike, o prefeito João Doria resolveu apagar a produção das redes sociais da prefeitura de São Paulo.

→ Anitta posta vídeo de ensaio com Gilberto Gil; assista

→ Luan Santana estrela clipe ao lado de musas internacionais

Em nota, Doria crava que a canção estava em execução no ambiente e apenas vazou no vídeo. Ele também fala que o advogado dos artistas pediu o pagamento de 300 mil reais pelo uso da canção, porém a proposta foi negada. A nota também diz que, após ter a sua proposta negada, o advogado "procurou o prefeito para exigir pagamento, desta vez, a ser destinado a uma instituição beneficente".

Sobre a retirada do vídeo das redes sociais, o comunicado oficial alega que "o prefeito orientou sua equipe pessoal de redes sociais a retirar o vídeo de seus perfis, o que foi feito."

Caio Mariano, advogado dos artistas, nega ter pedido R$ 300 mil. De acordo com a Folhapress, ele sugeriu, em encontro com o advogado do prefeito, no dia 21/11, o pagamento de R$ 50 mil à instituição Viva Cazuza, que cuida de crianças com HIV no Rio.