Acusada de racismo, Mallu Magalhães desabafa na web

, 15h14, por Alexandre Murari
Divulgação

Lançado nesta última sexta-feira, 19, o clipe de "Você Não Presta", da Mallu Magalhães, foi alvo de polêmicas e críticas por trazer alguns bailarinos negros em sua coreografia.

→ Inscrições para o concurso MPBrasil terminam hoje

Alguns coletivos da luta negra indicaram que o clipe realça o estereotipo de que negro serve apenas para sensualizar e dançar.

→ Planeta Rock chega à sua 6ª edição com line-up de peso

Sensibilizada pelos protestos, portanto, nesta quarta-feira, 24, Mallu resolveu se pronunciar sobre o clipe e dizer que entendeu as reivindicações feitas pelas pessoas que, de alguma maneira, sentiram-se ofendidas.

"É muito decepcionante para mim que isso tenha acontecido. Gostaria de pedir desculpas a essas pessoas. Entendo as interpretações que derivaram do clipe, mas gostaria de deixar claras minhas reais intenções", revela a cantora que afirma que a sua intenção era de valorizar a boa dança:

"A ideia era ter um clipe com excelentes dançarinos que despertassem nas pessoas a vontade de dançar, de se expressar". O clipe contou as performances dos bailarinos Bruno Cadinha, Aires d´Alva, Filipa Amaro, Xenos Palma, Stella Carvalho e Manuela Cabitango.

Confira abaixo o desabafo completo da cantora: