foto

A Cigana

Nelson Ned

De vez em quando eu me pergunto,
Será que eu fiz alguma coisa pra sofrer assim ?

Eu tenho andado muito triste,
Minha esperança agora está quase chegando ao fim,

Quando eu ainda era menino,
Me lembro que uma cigana leu a minha mão,

Disse que viu no meu destino,
Muita alegria e muito amor para o meu coração,

Então o tempo foi passando,
E eu fiquei só esperando alguém gostar de mim,
Agora não sou mais criança,
Estou perdendo a esperança, e não consigo ser feliz.

Com muita gente isso acontece,
Pois cada um só tem a sorte que merece,

Ninguém jamais gostou de mim,
E só agora eu vi que são coisas da vida enfim,

Eu acho graça da ironia,
De ver que um dia uma cigana leu a minha mão,

Disse que viu no meu destino,
Muita alegria e muito amor, Para o meu coração.
publicidade
publicidade