Nelson Gonçalves

Um Lenço Por Dia

Nelson Gonçalves

Eu choro um lenço por dia
Com saudade da Maria,
Da Maria que eu queria
Como um louco

Chorar não era meu forte,
Mas agora é a minha sorte,
Pois se eu não chorasse um dia,
Morreria de agonia

Deixe eu chorar
Quantos lenços puder.
É do homem chorar
Por mulher

Eu choro um lenço por dia
Com saudade da Maria,
Da maria que eu queria
Como um louco

Chorar não era meu forte,
Mas agora é a minha sorte,
Pois se eu não chorasse um dia,
Morreria de agonia.
publicidade