Futura

Nação Zumbi

Esse pedaço de chão
Esse pedaço de céu
Comendo a imensidão
Tinta nova no papel

Com o sorriso quente na mão
O sol, vassalo do céu
Se anuncia presente
Antigo pra escuridão

Quando o melhor momento chegar
Vai entrar sem bater
E o chão vai tremer
Alto como trovão

E se perguntar ao coração
Quanto o tempo lhe emprestou
E pulsando
Ladeira do limiar do gosto pelo infinito
Já querendo o depois
  • publicidade