foto

Temporal de Amor

Maurício Mattar

Chuva no telhado
Vento no portão
E eu aqui
Nesta solidão

Fecho a janela
Está frio o nosso quarto
E eu aqui
Sem o teu abraço

Doido pra sentir teu cheiro
Doido pra sentir seu gosto
Louco pra beijar seu beijo
Matar a saudade
Esse meu desejo

Vê se não demora muito
Coração tá reclamando
Traga logo teu carinho
Tô aqui sozinho
Tô te esperando

Quando você chegar
Tire essa roupa molhada
Quero ser a toalha
E o seu cobertor

Quando você chegar
Mando a saudade sair
Vai trovejar, vai cair
Um temporal de amor

Doido pra sentir seu cheiro
Doido pra sentir seu gosto
Louco pra beijar seu beijo
Matar a saudade
Esse meu desejo

Vê se não demora muito
Coração tá reclamando
Traga logo teu carinho
Tô aqui sozinho
Tô te esperando

Quando você chegar
Tire essa roupa molhada
Quero ser a toalha
E o seu cobertor

Quando você chegar
Mando a saudade sair
Vai trovejar, vai cair
Um temporal de amor.
publicidade