foto de Martinho Da Vila

Zé Ferreira/Trepa No Coqueiro/Poeira Do Caminho/Chora Viola, Chora

música e letra

Martinho Da Vila

Ferreira Vê se passa a bagaceira
Pra cantar a noite inteira
Tem que tá numa legal
Firma o pagode pra alegrar o pessoal [2x]

Me chamou de Zé Ferreira e
Eu cheguei à conclusão
De que o samba é nossa vida
Nossa fé, nossa paixão
E se você tá presente o cavaco
Contente se sente melhor
Violão sabe de cor que vai
Tocar num tom maior
Mas pode ser menor

Ferreira Vê se passa a bagaceira
Pra cantar a noite inteira
Tem que tá numa legal
Firma o pagode pra alegrar o pessoal [2x]

Eu já falei pra você
Só sei dizer que o amor é lindo
Estás falando a verdade,
Com sinceridade ou estás mentindo
Saí da casa de bamba,
Cansado de samba e procurando alguém
Passeando por Bonsussa trouxe
A Russa que é teu bem

Ferreira Vê se passa a bagaceira
Pra cantar a noite inteira
Tem que tá numa legal
Firma o pagode pra alegrar o pessoal [2x]

Trepa no coqueiro
Tira coco do coqueiro [2x]
Tira coco do coqueiro
Mas não suja o meu terreiro [2x]

Trepa no coqueiro
Tira coco do coqueiro [2x]
Tira coco do coqueiro
Mas não suja o meu terreiro

Esse coco é do meu coqueiro
E o coqueiro é do meu terreiro [2x]

Tem nego vendendo cocada
Com gosto do coco lá do meu coqueiro
E a rapaziada, Já tá invocada
Por causa do troco que é do cocadeiro

Nego que não plantou coco
Tá tirando coco e sujando o terreiro [2x]

Trepa no coqueiro
Tira coco do coqueiro [2x]
Tira coco do coqueiro
Mas não suja o meu terreiro

Trepa no coqueiro
Tira coco do coqueiro [2x]
Tira coco do coqueiro
Mas não suja o meu terreiro

Esse coco é do meu coqueiro
E o coqueiro é do meu terreiro [2x]

Tem nego vendendo cocada
Com gosto do coco lá do meu coqueiro
E a rapaziada, Já tá invocada
Por causa do troco que é do cocadeiro

Nego que não plantou coco
Tá tirando coco e sujando o terreiro [2x]

Trepa no coqueiro
Tira coco do coqueiro [2x]
Tira coco do coqueiro
Mas não suja o meu terreiro [2x]

Já cantei partido alto
Já saí na bateria
Puxei samba no asfalto
Até o romper do dia
Hoje sou considerado
Tenho meu pergaminho
Mas sinto o corpo cansado
Da poeira do caminho [2x]

Eu sou partideiro
Canto muito samba
Já fui batuqueiro
E dei queda em um bamba
Não é cascata, mas
Lá no terreirinho
Só o que me mata
É a poeira do caminho

Já cantei partido alto
Já saí na bateria
Puxei samba no asfalto
Até o romper do dia
Hoje sou considerado
Tenho meu pergaminho
Mas sinto o corpo cansado
Da poeira do caminho

Já cantei na Portela
Brinquei no Turano
Sambei na favela e na
Serra do Serrano
Não gosto de bolo
Só ando sozinho
Eu sou um bom crioulo,
Mas tenho poeiras no caminho

Já cantei partido alto
Já saí na bateria
Puxei samba no asfalto
Até o romper do dia
Hoje sou considerado
Tenho meu pergaminho
Mas sinto o corpo cansado
Da poeira do caminho

Nacionalidade
Sou brasileiro
Trinta e tal de idade
Subo no Salgueiro
Minha certidão
É um cavaquinho
Mas no coração
Tenho as poeiras do caminho

Já cantei partido alto
Já saí na bateria
Puxei samba no asfalto
Até o romper do dia
Hoje sou considerado
Tenho meu pergaminho

Mas sinto o corpo cansado
Da poeira do caminho [3x]

Chora viola
Chora viola
Chora viola
Eu também quero chorar [2x]

Eu tinha bem poucos anos
Quando Deus meu pai chamou
E a tristeza da falta
Sobre a família se espalhou
Mãe Teresa era bem forte
E eu nem triste, nem chorão
Escutando uma viola
Consolei meu coração

Chora viola
Chora viola
Chora viola
Eu também quero chorar [2x]

Eu ganhei um pinho pardo
Que eu guardo com carinho
Amarrei em suas cordas
O meu peito em desalinho
O seu bojo no estúdio
Pra canção não se perder
Toda vez que ela chora
Choro eu, chora você

Chora viola
Chora viola
Chora viola
Eu também quero chorar [5x]


capa do álbum Tendinha de Martinho Da Vila
Album: Tendinha
Gravadora: RCA Records Label
Ano: 2010
Faixa: 2