foto de Martinho da Vila

Estado Maravilhoso Cheio De Encantos Mil - Ai Que Saudades Que Eu Tenho

música e letra

Martinho da Vila

Vila
Que maravilha a magia está no ar, no ar
Nessa fonte de energia
Minha Vila é minha vida
Emoção me faz cantar

Que maravilha a magia está no ar, no ar
Nessa fonte de energia
Minha Vila é minha vida
Emoção me faz cantar

Vamos ver nascer
Nessa explosão tão colorida
Gritando Viva o Ano Novo
Na esperança de ver um povo feliz
E sair por aí pra conferir o que se fala
Do Rio de Janeiro e seu interior
Jóia rara, tão maravilhoso
E cheio de encantos mil
Centro cultural do meu Brasil

Amor, amor
Amor me leva
Nessa barca eu também vou
Vou que vou
Sou turista nesse dia
E no meio da folia
Sou um menestrel do amor

Amor, amor
Amor me leva
Nessa barca eu também vou
Vou que vou
Sou turista nesse dia
E no meio da folia
Sou um menestrel do amor

E a viagem continua
Sobe serras, vê-se terras
Uma grande manancial, que litoral!
Nosso solo tem riqueza
Generosa natureza
Aí tem dedo de Deus

Em Duas Barras
Vi Festa de Reis, mineiro-pau
Dessa viagem sem igual
Volto ao Rio em Fevereiro
Pra brincar me carnaval

Que maravilha a magia está no ar, no ar
Nessa fonte de energia
Minha Vila é minha vida
Emoção me faz cantar

Que maravilha a magia está no ar, no ar
Nessa fonte de energia
Minha Vila é minha vida
Emoção me faz cantar

Minha Vila tá legal, tá legal
Sempre brigando pra ganhar o carnaval

Minha Vila tá legal
Minha Vila tá legal, tá legal
Sempre brigando pra ganhar o carnaval

Mas que saudade
Do tempo de Noel Rosa
Cadeiras pelas calçadas
Que hoje são musicais

Boemia a noite inteira
Violões no boulevard
Ponto-cem-réis, Praça Sete
E muita batalha de confete

Na Dona Zulmira
Na Dona Zulmira
Na Dona Zulmira
Na Dona Zulmira

E nas orgias da Lapa
Marujos do Tio Sam
Lá o rei era um Madame
E o Deus era o Satã

Abra a roda, meninada
Que o samba virou batucada
Sai da roda, meninada
Que o samba virou batucada

Oh! Meu Rio antigo
Meu Rio tão musical
Cadê a orquestra, maestro?
E o cassino, doutor?

E o carnaval de rua?
Pergunto e ninguém me responde
Ranchos, cordões, calhambeques
E o quebra-quebra no bonde

Quebra-quebra, gabiroba
Quero ver quebrar
Quebra lá que eu quebro cá
Quero ver quebrar

Quebra-quebra, gabiroba
Quero ver quebrar
Quebra lá que eu quebro cá
Quero ver quebrar

Minha Vila tá legal