foto de Martinho Da Vila

Cravo Branco/Mãe Solteira

música e letra

Martinho Da Vila

Saiu de casa
De terno tropical
Camisa creme
Lenço e gravata igual
Jantou e saiu
Satisfeito
Antes da meia-noite
Morreu com um tiro no peito

Ela lhe deu um cravo
O outro se ofendeu
Ele olhou o revólver
Dava tempo e não correu
Dobrou os joelhos
Sobrou no chão
Dois olhos redondos
E o cravo branco na mão

Ai, o pobre
Caído no chão
De bruços no sangue
E com o cravo branco na mão


Hoje não tem ensaio não
Na escola de samba
O morro está triste
E o pandeiro calado

Maria da Penha
A porta bandeira
Ateou fogo às vestes
Por causa do namorado
O seu desespero
Foi por causa de um véu
Dizem que estas Marias
Não têm entrada no céu

Parecia uma tocha humana
Rolando pela ribanceira
A pobre infeliz
Teve vergonha de ser mãe solteira
A pobre infeliz
Teve vergonha de ser mãe solteira

Hoje não tem ensaio não


capa do álbum Verso E Reverso de Martinho Da Vila
Album: Verso E Reverso
Gravadora: RCA Records Label
Ano: 2010
Faixa: 10