foto de Martinho da Vila

Boa Noite - Carnaval de Ilusões - Caramba

música e letra

Martinho da Vila

Boa noite Vila Isabel
Quero brincar o carnaval
Na terra de Noel
Boa noite diretor de bateria
Quero contar com sua marcação
Boa noite
Sambistas e compositores
Presidente, diretores
Pra Vila eu trago
Toda minha inspiração
Quero acertar com o diretor de harmonia
E as pastoras
O tom da minha melodia
Passistas, mestres-salas, ritmistas
Quero ver samba feito com animação
Eu quero ver as alas reunidas
Baianas brilhando no carnaval
Eu quero ver a Vila destemida
Fazendo evolução monumental
Boa noite


Ciranda cirandinha
Vamos todos cirandar
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar(2x)

Fantasia
Deusa dos sonhos esteja presente
Nos devaneios de um inocente

Ó soberana das fascinações
Põe os seres do teu reino encantado
Desfilando para o povo deslumbrado
Num carnaval de ilusões(2x)

Na doce pausa dos folguedos infantis
Repousam a bola e a bonequinha querida
No turbilhão do carrossel da alegre vida
Morfeu embala a criança tão feliz

Como num sonho encantador
Viaja ao mundo da fabulação

Terra da riqueza
E do fulgor
De tanta beleza
E do esplendor(2x)

Guiadas pela fada ilusão
Se juntam lendárias figuras
Personagens de leituras
Revividos na memória
Que ajusta ao imperfeito
A perfeição dos conceitos
De deleitosas histórias

Neste clima extasiante
O cortejo deslumbrante
Tudo envolve ao despertar
E ao mundo de verdade
Sem saber da realidade
Retorna o petiz a cantar

Ciranda, cirandinha
Vamos todos cirandar
Vamos dar a meia volta
Volta e meia vamos dar(2x)


Fala fala falador
Não lhe dou bola porque eu sou bamba
Malha, malha malhador
Que não aceita a evolução do samba

A minha Vila deslumbrou
Naquela manhã de carnaval
Todo povo incentivou
A ciranda cirandinha
No desfile principal(2x)

Só a comissão
Não viu cadência numa grande bateria
Nem se comoveu
Com a beleza do desfile-fantasia

Caramba, caramba
Nem o Chico entendeu
O enredo do meu samba(2x)

Mas esse ano eu vou deixar cair
Não quero mais ficar com o quarto lugar
Rapaziada vai se reunir
E a minha Vila vai descer pra clarear
Fala, fala falador.