foto

Vozes da Seca (Ao Vivo) [part. Chorão]

Marina Elali

No caminho certo em direção ao futuro
Cantando com a alma e sentimento puro
Eu busco em musica e cultura pra fugir da miséria
É uma das poucas suplicias que aqui a coisa é séria
Eu só faço o que meu coração me manda
Galera faz barulho com o som da minha banda
Porque eu só faço o que meu coração me manda
Marina quando chega, chega, chega e toma conta

Seu doutor os nordestinos têem muita gratidão
Pelo auxílio dos sulista nessa seca do sertão
Mas douto uma esmola a um homem qui é são
Ou lhe mata de vergonha ou vicia o cidadão

É por isso que pedimos proteção a vosmicê
Homem por nóis escolhido para as rédias do puder
Pois doutô dos vinte estado temos oito sem chovê
Veja bem, quase a metade do Brasil tá sem cumê

Dá mesma rima loca tipo pá felizardo
Que mudo todo quadro e deixa o povo ligado
E a vida cobra muito sério você não vai fugir
Não pode se esconder, não deve se iludir
Se toca na ferida tipo rap nacional
Como fez o Charlie Brown revolução mental
O barato vai bater no meu sterio do meu carro
Quando dá horado do rap eu só escuto no falo asim
Sou um cara branco que adimiro a negritude
Nikima, Sabotagem, Luiz Gonzaga e Raping hood
O que vale é a atitude, e atitude é que não falta aê
Recife

Dê serviço a nosso povo, encha os rio de barragens
Dê cumida a preço bom, não esqueça da açudagem
Livre assim nóis da ismola, que no fim dessa estiage
Lhe pagamo até os juros sem gastar nossa coragem

Se o doutô fizer assim salva o povo do sertão
Quando um dia a chuva vim, que riqueza pra nação!
Nunca mais nóis pensa em seca, vai dá tudo nesse chão
Como vê nosso distino mercê tem nas vossa mãos

A vida me ensinou a nunca desistir
Nem ganhar nem perder más procurar evoluir
Se podem me tirar tudo o que eu tenho
Só não podem me tirar as coisas boas que eu já fiz
Porque eu amo, eu sou feliz, e canto
O universo é uma canção e eu vou que vou sim

(???)
publicidade