Teus olhos remanso
Repouso descanso
Distância e mormaço
Dois astros no espaço
Asas de peixes voadores
Enfeitam a lama das enchentes
Auréolas adornando as santas
Vitrais e serpentes
Teus olhos cabarecem a leste
Onde os anjos do senhor vão decair
Mananciais do agreste
Que eu fiz ressurgir

O sol que despenca
Nas chuvas de março
Lavando barrentas
Azuis de Picasso
Rebentam no peito
Represas de luz
Inundam o nordeste
Mil “Foz de Iguaçus”
publicidade