foto

PARTE 2

Marcelo D2

“To de moto aí , bora?”

Todo lugar que eu vou tem neguinho querendo atrasar
Tem neguinho querendo julgar
Mas tem neguinho querendo me amar
Enquanto viro mais um copo peço a vida pra esperar
Olho gordo, santo forte, tô sem tempo pra rezar
Reza, tiro, causa drama
Rico, pobre, gente insana
Febre, rato, dente, faca
Guerra, ódio, gente fraca
Mãe chorando ninguém liga
Tem os que corre, os que fica
Mente, drogas, novo mundo
Velho mundo, todo mundo
Mas a vida tem muito pra gente, parça
Olho no olho e vai saber quem é que mente, parça
E olha eu desisti voltei e tô aqui
É aquele Velho papo Veni vini vici
Espalham o ódio é duro eu sei mas isso é só um teste
Meu sangue é negro, índio, mulato, cabra da peste
Focar na missão por que não posso contar com a sorte
Sigo meu coração e sei que amar é para os fortes

“Então vem cá, Francesa, vai morar em Nova York . Daí tu conhece a Brasileirada toda modelo, te apresenta o modernismo, e tu resolve vir pra cá pro Rio pra estudar Tarsila do Amaral! Do caralho hein cara, tipo privilégio que virou curiosidade ao invés de virar medo, visão”

“E você, cara sensível que foi parar lá na galeria pra ficar mais perto da arte, esperto isso! Quer dizer, falta que vira curiosidade ao invés de virar ódio. Eu tenho um ateliê aqui perto”

“Put smile in your face”
publicidade