foto

MAGRELA87.

Marcelo D2

Que bom minha magrela encontrar você
No meio de tanta gente chata eu encontrei você
Enquanto todos avistaram a tempestade perfeita
Eu só peguei na sua mão e fui
E fui com uma certeza que algo bom ia vir
Então chega pro meu lado e bota a mão em mim
Futuca, dança, ri e deixa eu morder
O melhor da vida é dividir ela com você
Me preparei a vida inteira mas nem sei como eu fiz
Vem na minha direção, vem, vem ser feliz
Então pega o paraquedas e vem
Traz mais um pequenininho, forma o bonde e vem
Time-lapse, muita gente, pouco tempo, banheiro
Mão dadas e o frio na barriga tomou o corpo inteiro
Almoço nem era dos cria ainda
Raios e trovões, gestora de clima
A gente sabe quando é real
E a corda me levou pra onde eu sempre quis
Segura na minha mão e não solta até o final
Perfeita harmonia, espíritos livres

Quadros, livros, arte e um coturno (Sonhos)
E claro que os discos dizem muito (Sonhos)
Pequenas mortes, verdade e futuro
Um monte de sonhos, que assim seja
E assim é
publicidade