foto

Encontro Com Nogueira

Marcelo D2

Fui numa festa na lapa
Que a muito tempo eu não via
Coro cumia , era mc partindeiro
Tudo o que eu queria
Lá da cindelandia já se ouvia o som
Era o dj na vitrola
Meu deus que grave bom
Tava calor pra caralho
E eu com a camisa do mengão
Fazia estilo com um puma, bermuda e um batidão
Passei pela portaria
Tocava um wu tang clan e junto a isso
Pandeiro, cuica, surdo e tan tan
È hip hop com samba
Junto na mesma batida
Igual aquilo no mundo
Não tem coisa parecida
Mistura de racionais
Com a orquesta tabajara
Foi com isso que eu dei de cara
Me recoponho do susto
Vo pro bar pego uma cerva
Lá dentro era sujera
Pra queimar uma erva
A mulherada dançando
Dexava florida a pista
Enquanto isso das caixas
Saía uma base sinistra
Peguei minha cerva iniciei meu bailado
É...
Eu tava mesmo endiabrado
Quando me dei conta
O astro rei já raiava
Pra desepero geral
Mais o dj caprichava toquei a pequena, luz de um
Abajur lilás feito artista de cinema
Em cenas sentimentais perto do pronto socorro
Uma sirene me acordou
Num quarto sem forro
Em estado desesperador me levantei e lavei o rosto
Quase morro de desgosto
Pois foi um sonho e se acabou!

publicidade