foto

(não te vejo meu)

Manu Gavassi

Te conheço há momentos ou há três mil anos
Encantamento, te olhar assim foge dos planos
Mas os olhos brilham quando a beleza acende e acendeu dentro de nós dois
Sua voz me lembre uma época que eu não vivi
Estranho encontro, eu afirmo e você sorri
E a vida, a vida acontece sempre, apesar de tudo

Não te vejo meu, mas te sinto menos seu
Não te vejo meu

Mistério mais claro não há
Longe de mim nos romantizar
Mas quando é, e a gente é tanto, tanto

Rasurou meu livro, tento decifrar
Tenho um fraco por palavras nunca ditas
E o silêncio é a maior prova que eu te quero aqui por horas

Não te vejo meu, mas te sinto menos seu
Não te vejo meu

Mistério mais claro não há
Longe de mim nos romantizar
Mas quando é, e a gente é tanto, tanto
Mistério mais claro não há
Longe de mim nos romantizar
Mas quando é, e a gente é tanto, tanto
publicidade
publicidade